Filosofia

>> Sentido da Vida >> Verdade >> Razão >> Religião

Idiossincrasia

>> Politicamente Incorreto >> Máximas Kaduzianas >>

Mixórdia

>> Tudo o que não se encaixa nos demais temas deste blog

Poesia

>> Poesias que rabisquei ao longo da vida

Tecnologia

>> Tendências >> Google >> Gadgets >> Informática

Home » Mixórdia

Rio e São Paulo – parte 2

Postado por , domingo, 15 de fevereiro de 20094 Comentários

De antemão peço perdão aos puristas de nossa língua mas, neste texto, usarei o termo ‘paulista’ e não  paulistano’ para me referir ao morador da cidade de São Paulo.
.

Rio é alegria. São Paulo é união.
Rio é sexo. São Paulo, amor.
São Paulo acolhe. O Rio expele.
São Paulo é dinheiro. Rio é fevereiro.
Rio é superficial. São Paulo é denso.
Rio é original. São Paulo é simulacro.
O Rio sou eu. São Paulo é o outro.
.
São Paulo é um pouco de tudo. O Rio é único.
São Paulo é casamento. O Rio é affair.
São Paulo é chique. O Rio é despojado.
Rio é Califórnia. São Paulo, Nova Iorque.
Rio é sol. São Paulo é chuva.
Rio é samba. São Paulo quer ser.
Rio é praia. São Paulo é prédio.
.
São Paulo é a capital econômica do Brasil.
O Rio, a capital cultural.
São Paulo é a terra da meritocracia.
O Rio, da indicação, do peixinho, do amigo de fulano de tal.
O transito de São Paulo é insuportável.
O do Rio, idem (engana-se quem pensa que é melhor. Já foi. Não é mais).
.
São Paulo é para todos.
O Rio não é para principiantes.
.
Rio é Tutty Vasquez. São Paulo, Zé Simão.
Rio é Manuel Carlos. São Paulo, Silvio de Abreu.
Rio é Casseta e Planeta. São Paulo é Pânico.
Rio é Regina Casé. São Paulo, Maurício Kubruski
Rio é Jabor. São Paulo, Mainardi.
Rio é Tom Jobim. São Paulo, Rita Lee.
Rio é Cartola. São Paulo, Adoniran Barbosa.
Rio é Claude Troisgros. São Paulo, Alex Atala.
Rio é Romário. São Paulo, Kaká.

Rio é Jobi. São Paulo, Pirajá.
Rio é Bracarense. São Paulo, Bar Brahma.
São Paulo é Oscar Freire. Rio, Visconde de Pirajá.
São Paulo é 25 de março. Rio, Saara.
.
Carioca é ufanista. Paulista é realista.
Carioca é marrento. Paulista é bobo-alegre.
Paulista trabalha. Carioca vai à praia.
Paulista produz. Carioca seduz.
Paulista é tenso. Carioca é relaxado.
Paulista é sério. Carioca não leva nada a sério.
Carioca é “experto”. Paulista é estressado.
Paulista é certinho. Carioca é todo errado.

Curitiba é Paulista. O nordeste é carioca.
.
Paulista no Rio é otário com dinheiro.
Carioca em São Paulo é vagabundo, trambiqueiro.


Paulista vai à praia mesmo com o tempo nublado e céu cheio de núvens.

Carioca só vai à praia com sol e céu azul.

Paulista vai à praia, volta em casa, toma banho, passa perfume, gel e sai para almoçar.
Carioca vai à praia, almoça direito, toma banho e dá uma cochilada pré-night.

.

Paulista quando viaja para o litoral diz que vai pra praia.

Não importa qual a cidade. “Vou pra praia”. Pode ser Camburi, Maresias, Praia Grande, Santos…

Carioca quando viaja pro litoral ou vai pra Angra ou vai pra Búzios.

.

No Rio come-se bem. Em São Paulo come-se melhor.

No Rio come-se mal. Em São Paulo, raramente.

Em São Paulo, feijão preto é feijoada. No Rio é feijão.

Pizza em São Paulo é massa grossa. No Rio, massa fina.

Pizza de calabresa em São Paulo não tem mussarela.

No Rio isso não é pizza.

.

Chope em São Paulo é só colarinho. No Rio são só dois dedinhos.

Chope em São Paulo é sorvete. No Rio: “muito colarinho é o cacete”.

.

Tricolor no Rio é o FLUMINENSE. Em São Paulo, idem*.

.

O serviço, qualquer serviço, em São Paulo é muito, muito melhor, mais sério e mais profissional!

.

Em São Paulo o português é mais maltratado.

Os paulistas cometem erros crassos

(‘quer que eu pego?’, ‘quer que eu compro?’ ‘um shorts’, ‘de quinta’ e por aí vai).
A saber (1), as vogais ‘e’ e ‘o’ devem ser pronunciadas abertas (‘é’ e ‘ó’) e não fechadas (ê e ô), como em São Paulo.

A saber (2), ‘nascer’ não tem ‘i’ no meio (naiscer), nem ‘doze’ tem ‘u’ (douze), como os cariocas costumam falar.
.
Paulista começa qualquer frase com “Então…”
Carioca, com “Olha só!”
.
No Rio azara-se na night. Em São Paulo xaveca-se numa balada.
No Rio uma mulherzinha dá mole. Em São Paulo uma mina paga-pau.
No Rio você descola as paradas ‘de graça’. Em São Paulo, consegue ‘na faixa’.
No Rio os amigos bebem uma cerva. Em São Paulo os mano toma uma breja.
No Rio você vira de cabeça pra baixo. Em São Paulo, de ponta cabeça.
.
Um sujeito fudido no Rio é um pobre-coitado.
Um sujeito fodido em São Paulo é um cara capaz, competente no que faz.

.

Em São Paulo biscoito é bolacha,
Sinal é farol,
Pão Francês é pãozinho,
Meio-fio é guia,
Amigo oculto é amigo secreto.

No Rio catraca é roleta,
Baiano é paraíba,
Bexiga é balão,
Mandioca é aipim,
Buggy é Bugre.

Em São Paulo carteira de motorista é carta
Irado é da hora
Camiseta é regata
Contra-cheque, holerite.
Porrinha, palitinho.

No Rio pão sírio é pão árabe,
Funileiro é lanterneiro,
Dois ou um é zerinho ou um,
Mandioquinha é batata baroa.

Parabéns pra você no Rio:

É big, é big, é hora, é hora, é ra-tim-bum!

-

Parabéns para você em São Paulo:

É pique, é pique, é hora, é hora, é ra-tim-bum

-

Escravos de Jó em São Paulo:
Escravos de Jó jogavam caxangá
Tira, põe, deixa ficar…
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá.
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá.

-

Escravos de Jó No Rio:
Escravos de Jó jogavam caxangá
Tira, bota, deixa o Zé Pereira ficar…
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá.
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá.
.

Em suma,
Paulista é mais ingênuo.

Carioca é mais arrogante.
Paulista é mais egocêntrico, acha que São Paulo é o centro do mundo.
Carioca é mais egoísta. O Rio é a terra da seleção natural. Só sobrevivem os mais aptos.

(*Tricolor só tem um: Fluminense. O resto, como disse Nelson Rodrigues, é time de três cores. O São Paulo Futebol Clube, quando muito, é ‘tricolor paulista’. Ainda tem dúvidas? Ouça os hinos dos dois clubes e veja como os próprios se definem. Do Fluminense: “Sou Tricolor de coração…”. Do São Paulo: “Salve o tricolor paulista…”)

Popularity: 1% [?]

4 Comentários »

  • Gustavo Gigio disse:

    Fala Kadu,
    ainda vou demorar mais alguns anos para falar Kadu, mas vou falar, não se preocupe.
    Sensacional o texto RIO E SÃO PAULO – PARTE 2.
    Principalmente em algumas partes, como os bares, o trânsito e o futebol.
    Estou te mandando tb um link do meu Flickr para vc ver meu novo hobby, fotografia.
    Bom, nos falamos depois.

    Abs
    Gustavo

    OBS: Esse ano fazemos 10 anos de “saída” do Souzão. Marecíamos uma festa, não acha?

  • Ana Paredes disse:

    Eu descobri recentemente mais um paradigma entre as duas cidades: São Paulo é Toronto, Rio de Janeiro é Montréal.

    Gostei do seu blog!

    Um beijo da prima.

  • Gisele disse:

    Gostei!!

  • Fernando disse:

    Pelo visto você sabe muito pouco sobre São Paulo.

    Que pena. Lamento muito por você.

Deixe o seu comentário!

Escreva o seu comentário, ou trackback do seu próprio site. Você também pode se inscrever via RSS.

Enfim, fique à vontade. Sinta-se em casa e dê a sua opinião sobre este texto. Mas, 'pelamordedeus' nada de spam!

Se quiser, você pode usar estas tags no seu cometário:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este blog permite Gravatar. Para Conseguir seu próprio avatar, registre-se em Gravatar.

</div>