Filosofia

>> Sentido da Vida >> Verdade >> Razão >> Religião

Idiossincrasia

>> Politicamente Incorreto >> Máximas Kaduzianas >>

Mixórdia

>> Tudo o que não se encaixa nos demais temas deste blog

Poesia

>> Poesias que rabisquei ao longo da vida

Tecnologia

>> Tendências >> Google >> Gadgets >> Informática

Home » Textos por Tags

Textos indexados como: Bronca

Sobre a Operação Lei Seca
quarta-feira, 6 jan, 2010 – 15:24 | 16 Comentários
Sobre a Operação Lei Seca

Estatisticamente não há discussão. A Operação Lei Seca da cidade do Rio de Janeiro é um sucesso, um exemplo a ser seguido por todos os governadores que queiram diminuir o número de acidentes de trânsito em seu Estado. Nem mesmo eu, que repudio essa onda politicamente correta que tomou conta do mundo nas duas últimas décadas, consigo encontrar argumentos razoáveis para criticar o raio dessa Operação. Mas, se estatisticamente não há argumentos, deixemos a numeralha de lado e vamos para o desabafo: …

Sobre o direito de fumar
quarta-feira, 2 set, 2009 – 15:34 | Sem Comentários
Sobre o direito de fumar

A lei antifumo é uma afronta às liberdades individuais e à propriedade privada. A discussão que se faz necessária não é sobre sobre os malefícios do cigarro mas, sim, sobre o tipo de Estado que queremos ter.

As listas de casamento e o périplo da compra online
domingo, 14 dez, 2008 – 19:31 | 2 Comentários
As listas de casamento e o périplo da compra online

Eu ainda me surpreendo com a incapacidade que algumas lojas do mundo real têm de prestar um serviço de qualidade na internet.

Eis o ocorrido. No próximo sábado vou ao casamento de uma amiga. Preguiçoso que sou, queria comprar o presente do casal sem sair de casa. Descobri que havia lista de presentes em três lojas online. A saber, Ponto Frio, Roberto Simões e Tok & Stok…

A porra do Token*
quinta-feira, 20 nov, 2008 – 21:47 | 4 Comentários
A porra do Token*

Minha mulher recebeu o dito cujo. Um ano e meio atrás o Unibanco também tentou me empurrar essa geringonça. Protestei, criei caso e eles cancelaram. Minha mulher não fez o mesmo. Na pressa, habilitou o serviço para pagar uma conta. Agora, segundo o banco, ela não tem mais como voltar atrás, vai ter que andar com o feioso à tira colo.

</div>